Mensalidades durante Estado de Emergência

  A Mesa Administrativa da Santa Casa da Misericórdia de Cantanhede, deliberou relativamente à questão das mensalidades durante o encerramento da Creche, Pré-Escolar e CATL, devido ao Estado de Emergência em que nos encontramos, aguardar instruções da União das Misericórdias Portuguesas. Sobre esta matéria, a UMP solicitou ao Instituto da Segurança Social, IP que indique procedimentos a adotar relativamente ao pagamento das comparticipações familiares, em período de suspensão da frequência das Respostas Sociais, cujo objectivo visa a aplicação a nível nacional de diretivas que evitem assimetrias e injustiças nos diferentes Concelhos.

Quanto ao mês de Março, a Mesa informa que os Pais/Encarregados de Educação que efectuaram pagamento (dado este ser obrigatório até ao dia 10 de cada mês em curso, conforme Regulamento Interno e Contrato de Prestação de Serviços, o que nalguns casos não aconteceu), um eventual desconto a ser atribuído, será deduzido num próximo pagamento, em termos a comunicar oportunamente.
No que respeita a pagamentos futuros, os mesmos só se tornarão obrigatórios no caso de funcionamento das Respostas Sociais, findo o actual encerramento.

Entretanto, informamos que os Serviços Administrativos se encontram em funcionamento, em termos adequados ao quadro vigente (preferencialmente evitando os contactos presenciais, recorrendo aos contactos telefónicos e electrónicos).

Esperando a melhor compreensão e com votos de Páscoa Feliz para todas as famílias cujos filhos são utentes desta Instituição.

A Mesa Administrativa

       

Página concebida e realizada sob a responsabilidade da Santa Casa da Misericórdia   -  Cantanhede

Rua Dr. António José da Silva Poiares
3060-141 Cantanhede

©  M S C